NOTÍCIAS /

O que sabemos da T8 de GOT até ao momento

Não percas a reta final da série mais histórica de sempre!

Apresentado por: Syfy Portugal


Já vimos os dois primeiros episódios da oitava temporada de 'A Guerra dos Tronos' no SYFY  o que significa que já vimos exatamente um terço desta última temporada! Por entre todas as emoções que nos trouxe o regresso das personagens que adoramos, e também daquelas que adoramos odiar, o que sabemos até ao momento?

[Atenção! Este texto pode conter spoilers, caso ainda não tenha assistido aos episódios 1 e 2 da oitava temporada de GOT]
 

Winterfell é o palco dos (primeiros) grandes acontecimentos desta temporada

O primeiro episódio desta temporada é convenientemente chamado “Winterfell” – todos os Stark sobreviventes estão de volta a casa e trouxeram com eles os restantes personagens principais da trama: Daenerys Targaryen, Tyrion Lannister, Jorah Mormont, Davos Seaworth, Greyworm e Missandei, Theon Greyjoy... até Jamie Lannister está de volta ao local onde tentou assassinar Brandon Stark. Estão reunidas quase todas as personagens - com a exceção óbvia de Cersei Lannister – e chegou a hora de preparar a guerra que se avizinha. E é ali mesmo, em Winterfell, que decorrerá a grande batalha entre os vivos e os mortos, os White Walkers – restará alguém para contar como foi? Sobreviverá, sequer, a lendária residência dos Stark?
 

Daenerys e Sansa: uma relação conturbada desde o primeiro momento

Há muito tempo que Daenerys Targaryen tem um objetivo claro: chegar ao Trono de Ferro. Durante sete temporadas, foi vencendo inúmeros inimigos e sobrevivendo a diversas ciladas e atravessou os Sete Reinos até chegar a Winterfell. E aqui, de novo, encontra dificuldades: nem todos a aceitam bem, a começar pelos Stark - particularmente Sansa, que não vê com bons olhos o facto de Jon Snow ter aceite renunciar à sua posição de “King in the North” (Rei do Norte) em troca de ela o ajudar a combater os White Walkers. Se no primeiro episódio vimos Sansa a tratar a Khaleesi de forma curta, fria e distante, no segundo vemos um encontro entre ambas, em que tentam conciliar as suas diferenças e unir-se contra o inimigo comum. Tudo parecia estar a correr bem, sobretudo quando Daenerys professa o amor que sente por Jon... até que Sansa lhe pergunta o que acontecerá ao Norte se os vivos vencerem – continuará independente? Essa não parece ser uma opção para a Khaleesi e as duas voltam a  olhar-se com desconfiança.
 

Não se pode confiar em Cersei

Ainda na temporada anterior, Tyrion acreditara em Cersei quando esta garantiu que enviaria o seu exército para combater os White Walkers. No entanto, com o início desta temporada, torna-se claro que Cersei enganou o irmão e Daenerys, nunca tendo a intenção de enviar os seus homens para Winterfell – e relembre-se que o exército de Cersei é maior do que aquele que Jon e Daenerys conseguiram reunir, entre todos os seus aliados. É por esta razão que Jamie Lannister parte sozinho para Winterfell, para confirmar as más notícias – e deixa Tyrion em más lençóis com Daenerys, pois tinha sido ele, enquanto “Hand of the Queen” (Conselheiro da Rainha) que a tinha convencido a confiar na sua irmã. Enquanto isso, em King’s Landing, Euron Greyjoy desilude Cersei pois não lhe trouxe o exército de elefantes que ela esperava - mas acaba por conseguir finalmente envolver-se com ela, deixando-a com a promessa de que a irá engravidar. O que ele não sabe é que Cersei já espera um bebé de Jamie... E Cersei tem ainda mais um truque na manga: a rainha envia Bronn a Winterfell para assassinar ambos os seus irmãos, a troco de dinheiro, com a mesma besta com que Tyrion havia matado o patriarca dos Lannister, Tywin, há umas temporadas atrás...

 

O objetivo do The Night King é assassinar Bran

Ou, pelo menos, é o que Bran afirma. Jon, Daenerys e os seus aliados estão a planear a batalha e parecem pensar que o plano de ação é exterminar o The Night King, pois é ele que controla os restantes morto-vivos, e sem ele perderão a sua força. É então que Bran sugere servir de “engodo” para atrai-lo, pois, segundo o mais novo dos Stark, o abominável rei dos mortos quer terminar com o mundo como o conhecemos, e é Bran quem o impede, pois é “a sua memória”. Todos concordam com o plano, e Theon Greyjoy, que parece estar de volta às boas graças dos Stark, oferece-se para ficar a proteger Bran.

 

Jon descobre a sua verdadeira identidade

A relação entre Jon e Dany parece ser cada vez mais séria – ambos partilham um momento muito romântico perto de uma cascata gelada em Winterfell, precedido de um fantástico voo de dragão, o que confirma que a Khaleesi confia realmente em Jon. Mas, encorajado por Bran, Samwell Tarly conta finalmente a Jon a descoberta que fez – que Jon é, na verdade, filho de Lyanna Stark (irmã de Ned Stark) e Rhaegar Targaryen (irmão de Daenerys), o que faz dele sobrinho de Daenerys - como nós já sabíamos desde a temporada passada, mas que é um verdadeiro choque para Jon. Mais chocada fica Daenerys quando este lhe conta a verdade, um dos momentos altos do segundo episódio desta oitava temporada, e que decerto alterará o futuro do casal – até porque, para além da relação familiar, esta descoberta significa que Jon é o último descendente masculino dos Targaryen, o que o torna no herdeiro legítimo do Trono de Ferro. Mas os White Walkers estão a chegar a Winterfell e não há tempo para ambos continuarem a debater este assunto...

 

Os White Walkers chegaram a Winterfell e a batalha será épica

No primeiro episódio, Tormund Giantsbane, Beric Dondarrion, ‘Dolorous’ Edd e os seus homens percorrem a residência dos Umber no silêncio da noite, até que se deparam com o jovem Ned Umber, líder da família, assassinado e pregado na parede, rodeado do símbolo dos White Walkers, uma espiral feita com partes de corpos humanos. Ned não tarda a despertar como White Walker e Beric Dondarrion trespassa-o com a sua espada em chamas – e todos se apressam a regressar a Winterfell, numa corrida contra o tempo para chegar lá antes do exército dos mortos. Conseguem fazê-lo, felizmente, mas sabem que os White Walkers chegarão dali a poucas horas – e aqui temos a trama do segundo episódio da temporada, com os vários personagens a preparar-se para o grande combate, fazendo as suas despedidas como podem. Tyrion, Jamie, Podrick Payne, Brienne, Ser Davos Seaworth e Tormund decidem beber e trocar histórias ao calor de uma lareira, o que acaba com Jamie a nomear Brienne, “Ser Brienne of Tarth, Cavaleiro dos Sete Reinos”, ou seja, a primeira mulher na história de Westeros a ser empossada como cavaleiro. Sam e Gilly refugiam-se na cripta de Winterfell com o seu filho. Arya bebe com Sandor Clegane e Beric Dondarrion, até que decide procurar Gendry, com quem perde a sua virginidade nessa noite. Jon e Daenerys conversam sobre a verdadeira identidade de Jon, em frente ao túmulo de Lyanna Stark. Até que as trompas soam e todos sabem o que isso significa: o gigante exército dos mortos perfila-se defronte de Winterfell e a batalha vai começar... no próximo episódio.

 

Não percas os restantes episódio da última temporada de A Guerra dos Tronos no teu canal preferido, o SYFY!

 

Os episódios estarão disponíveis no serviço de cada operador durante uma semana após a sua emissão original – ou seja, os fãs têm até 7 dias para ver e rever cada episódio desta temporada.

 

Episódios da T8

Episódio 3 – estreia no SYFY: 29 de abril às 2h, simultâneo com emissão nos EUA; repete às 22h15 de 29 de abril – duração: 1:22

Episódio 4 – estreia no SYFY: 6 de maio às 2h, simultâneo com emissão nos EUA; repete às 22h15 de 6 de maio – duração: 1:18

Episódio 5 – estreia no SYFY: 13 de maio às 2h, simultâneo com emissão nos EUA; repete às 22h15 de 13 de maio – duração: 1:20

Episódio 6 – estreia no SYFY: 20 de maio às 2h, simultâneo com emissão nos EUA; repete às 22h15 de 20 de maio – duração: 1:20


Etiquetas: Syfy   Portugal   GoT   A Guerra dos Tronos   Winterfell   Temporada 8   George R.R. Martin   Game of Thrones   Westeros   Emissão   TV  


Comentários