NOTÍCIAS /

8 vezes que Broussard provou que é o MVP da Resistência

As decisões mais duras estão nas mãos deste senhor (alerta spoiler: a palavra que mais vão encontrar neste texto chama-se ‘Broussard’).

Apresentado por: Beatriz Rodrigues


Tory Kittles é, sem dúvida, um dos atores mais queridos pelos fãs de ‘Colony’. No entanto, e como o nosso Eric Broussard pode bem confirmar, nunca sabemos em que se pode confirmar no meio de toda esta trama.

Mesmo quando Katie foi considerada suspeita, Broussard foi essencial, provando ser um recurso e líder de valor para a Resistência. Se bem se recordam, Broussard regressou a Los Angeles (onde estava a trabalhar enquanto segurança privado, na esperança de ‘ter uma pausa’ de todo o caos), para imediatamente encetar uma luta perante a invasão alienígena.

Por isto e muito mais, espreita os nove momentos mais cruciais de Broussard enquanto líder da resistência, agora que a Temporada 3 está aí à porta!

8. Dizer um Redondo NÃO à família de Carlos (T1, E02)

O coração de Katie é enorme e generoso, mas Broussard sabe que a Resistência não pode mesmo ser simpática. E foi precisamente por esse motivo que recusou o pedido de Katie para ajudar Carlos. Tal como afirmou na altura, Broussard adoraria que os recursos disponíveis fossem infindáveis. Mas todos nós sabemos que essa não é a realidade, daí que escolhas muito, muito difíceis tenham de ser feitas. Evidentemente, as decisões mais duras vêm de Broussard e esta foi mais uma delas.  

7. Precisar a chegada dos Drones (T1, E03)

Broussard e Katie tentaram atrasar o transporte, mas isso foi apenas uma tática para precisar o momento da resposta. Na verdade, demoraram 98 segundos para que os Rap drones chegassem, tal como este tópico sugere. Durante um minuto e meio, o Broussard acalmou a vizinhança e até mesmo quando Justin Kim foi atingido, conseguiu manter a (aparência de?) tranquilidade.

6. Guardar tempo para o romance (T2, E05)

Broussard fez uma raríssima viagem acima da terra para entregar áudio a Hennesy. Ah ya, e aproveitou para estar na marmelada com a sua senhora. Quem é que diz que o Eric só se preocupa com trabalho?!

5. Fingir a morte de Dwight Ford (T1, E07)

Não vale a pena ter a Segurança Nacional à procura de Broussard, mesmo que eles estejam convencidos de que o seu nome é Dwight Ford. Daí que Broussard se tenha assegurado da “morte” de Dwight Ford, ao roubar um cadáver parecido e explodi-lo numa carrinha. O resultado? Tempo precioso para procurar informação para a Resistência!

4. Comandar a Carrinha e toda a epicidade que se seguiu!!! (T2, E10)

O plano de escape de Colony está repleto de momentos essenciais por parte deste SENHOR. Qual é o inimigo que consegue penetrar este olhar ina-ba-lá-vel? E quando ele comandou a carrinha para chegar ao ponto marcado? Pronto, não é que a carrinha tenha sobrevivido, mas o Broussard ficou são e salvo para descobrir informação preciosa para a busca de Will.

3. Fingir ser um Redhat (T1, E04)

A melhor maneira de cuscar o inimido é fazer passar-se por um deles. Na verdade, aquele bone até fica bem a Broussard, não acham? A verdade é que ninguém o topou e o gajo ainda conseguiu dar cabo de Phyllis, que estava a chegar muito perto da verdade sobre Katie.

2. Deixar Will e Snyder escapar (T1, E06)

Ainda disfarçado, Broussard interceptou o ataque surpresa ao esconderijo de Will e de Snyder. Ele deu um tiro aos “amiguinhos”, ajudando Will e Snyder a dar o baza. Ajuda sempre ter um homem destes à mão.

1. Dar cabo da Red Hand (T2, E02)

A Red Hand é uma ameaça real para a Resistência e Broussard sabe disso. E é por isso que decide dar cabo deste, hmmm, pequeno incómodo, facilmente matando a sua líder Karen Brun.
 


Etiquetas: Red Hand   Syfy   Portugal   Temporada 3   Temporada 2   Colony   Séries   Estreia   Televisão   Tory Kittles   Eric Broussard   Resistência   #SóNoSyfy  


Comentários